#Pracegover foto: na imagem há o veículo da Polícia Civil
#Pracegover foto: na imagem há o veículo da Polícia Civil

A Polícia Civil de Santa Catarina, através da Divisão de Investigação Criminal de Tubarão, nesta terça-feira (28) à tarde, prendeu duas mulheres em flagrante pela prática do crime de estelionato em desfavor de um estabelecimento comercial situado em frente à praça 7, no centro. O golpe ocorre quando uma pessoa entra em contato, via whatsapp, com um estabelecimento comercial, solicita a separação de inúmeros produtos de alto valor agregado, realiza o agendamento do pagamentos por meio de uma plataforma de pagamento, outras pessoas vão ao estabelecimento vítima e recolhem os produtos.

Ocorre que os cartões utilizados para o suposto pagamento são clonados, perdidos por terceiros ou os golpistas se utilizam apenas dos dados do cartão. O titular ao perceber a compra indevida, cancela a compra e o comerciante acaba amargando um prejuízo dos produtos levados pelos golpistas.

Os investigadores da Divisão de Investigação Criminal de Tubarão foram demandados por um comerciante de calçados que fica no centro, o qual informou que uma pessoa havia solicitado a compra de cerca de 28 pares de tênis de marca, cerca de R$ 10 mil, e para realizar o pagamento via plataforma digital, encaminhou uma imagem (selfie) segurando um documento falso.

Duas mulheres vieram até Tubarão de carro de aplicativo, a fim de recolher os produtos da loja, chegaram no local, recolheram os produtos, porém ao saírem do local, foram abordadas por policiais civis, os quais as conduziram à sede da DIC de Tubarão. O Delegado de Polícia responsável pelas investigações decidiu pela prisão em flagrante das conduzidas, as quais, após os procedimentos de polícia judiciária, foram encaminhadas ao Presídio Feminino de Tubarão, onde permanecerão à disposição do Poder Judiciário.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul