Andréa Raupp Alves
Tubarão

O presidiário Fábio Machado Monteiro, 29 anos, foi morto com sete tiros enquanto jantava em sua casa, na Cohab da margem esquerda, em Tubarão. O crime ocorreu sábado, às 23h30min, e a polícia ainda não identificou os assassinos.
Fábio estava à mesado quando dois homens surgiram em uma moto e, da janela da cozinha, deferiram os disparos. Segundo a Polícia Militar, as balas encontradas no local eram de uma pistola calibre nove milímetros. Sete projéteis foram encontrados no chão da cozinha.

A vítima cumpria pena no Presídio Regional de Tubarão e ganhou o benefício de saída temporária, devido às comemorações natalinas. Ele voltaria hoje. Com isso, chega a dez o número de homicídios na Cidade Azul neste ano.
Além deste caso, também foi registrada uma tentativa de homicídio no bairro KM 63. Um homem de 25 anos foi encontrado caído na estrada geral do bairro, sangrando. O homem foi atingido por um tiro de raspão, na cabeça e na orelha, quando ia para uma discoteca na região.
Segundo a Polícia Militar, ele foi alvejado no momento em que descia do ônibus e ficou caído próximo a um posto de combustível à espera de socorro. Encaminhado ao Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC), o homem passa bem.

Os homicídios do ano em Tubarão

• Marco Martins Paes, 32 anos, foi baleado pelo caroneiro de uma moto, no dia 2 de março, na rua Paulo Luiz Gomes, no bairro Santo Antônio de Pádua.
• Renato Elias Oliveira foi esfaqueado próximo a um bar, na rua Andrino Sales Borges, no bairro São Clemente (Andrino), no dia 22 de março.

• Carlos Alberto de Oliveira, 33 anos, foi morto com três tiros, em 4 de abril. O crime ocorreu na esquina das ruas Sílvio Cargnin com Manoel Luzidério Alves, também conhecida como Beco da Valdete, no bairro Oficinas.
• Regiane de Jesus Burato, 30 anos, foi assinada com dois tiros, no dia 7 de abril. O crime ocorreu na rua São João, no bairro Morrotes.
• Fred Nascimento, 32 anos, foi alvejado em frente a um bar na rua Canadá, no bairro Passagem, no dia 21 de agosto. Ele levou seis tiros disparados pelo caroneiro de uma moto.

• Nerivalda Catarina da Silva, 39 anos, morreu no dia 5 de setembro, depois de ficar cinco dias internada na UTI do Hospital Nossa Senhora da Conceição. Ela foi alvejada com vários tiros, no dia 31 de agosto, na Área Verde.
• Eduardo Nascimento da Silva Júnior, 26 anos, levou um tiro na testa, no dia 27 de novembro. Ele estava em frente à Escola Faustina da Luz Patrício, no Morro do Caeté, bairro Oficinas.

• Marli de Souza Amorin, 20 anos, foi assassinada com um tiro na cabeça. O crime ocorreu em 1º de dezembro, na rua Tiradentes, Morrotes.
• Leandro da Silva Nascimento, 20 anos, levou dois tiros, em 3 de dezembro. O crime ocorreu na rua Prudente de Moraes (Morro do Canudo), centro de Tubarão, na conhecida ‘volta da poeira’.