Maycon Vianna
Tubarão

A polêmica entre os administradores da Penitenciária Sul, em Criciúma, e do Presídio Regional de Tubarão parece que só deve ter fim na próxima semana. O diretor a unidade prisional de Tubarão, Ricardo Dias Welausen, acredita que os nove presos de Tubarão não aceitos em Criciúma na última terça-feira devem ser finalmente transferidos até a próxima terça-feira.

Ricardo adianta que, no mesmo comboio da próxima semana, outros dez presos de Tubarão podem ser encaminhados (totalizando 19). “Tive contato hoje (ontem) com o Deap, mas até agora não entendi o que houve. Não consigo encontrar uma explicação plausível para o fato (a não concretização da transferência). Só lamento que isso gerou prejuízos aos cofres públicos, pois foram deslocados viaturas, policias militares e agentes prisionais”, lamenta.

O diretor do Departamento de Administração Prisional (Deap), Hudson Queiroz, afirma que será aberta uma sindicância para apurar o problema no transporte dos presos. Provavelmente na próxima quarta-feira, os administradores do Presídio de Tubarão e da Penintenciária de Criciúma participarão de um encontro em Florianópolis para buscar um entendimento a respeito do fato ocorrido no início da semana.

“Temos autorização para levar os condenados para Criciúma. No total, são 35 vagas para os presidiários de Tubarão. Espero que desta vez não haja nenhum fato atípico”, declara Ricardo.
Hudson mantém o discurso e avalia que houve uma falha de comunicação entre as duas administrações.