Muitos motoristas que passaram pela avenida Marcolino nesta sexta ficaram bastante nervosos.
Muitos motoristas que passaram pela avenida Marcolino nesta sexta ficaram bastante nervosos.

Rafael Andrade
Tubarão

O motorista que precisou passar nesta sexta-feira à tarde pelo cruzamento da avenida Marcolino Martins Cabral com a rua Coronel Collaço, no centro de Tubarão, precisou de uma dose tripla de paciência. No local, onde já ocorrem congestionamentos em horários de pico, quebrou um caminhão caçamba da prefeitura.
O veículo levava 17 toneladas de terra e teve problemas na balança. Por quase três horas, o trânsito ficou praticamente parado e muita gente chegou atrasada no trabalho.

Um outro caminhão caçamba foi usado para transportar a carga, retirada por uma retroescavadeira. O motorista de uma empresa de turismo, Alceu Jucer, fez o percurso entre o Supermercado Giassi e o Banco do Brasil em uma hora – normalmente, o trajeto é feito em cinco minutos. “É um absurdo um veículo antigo deste ainda na ativa. Pelo menos não houve feridos”, pondera Alceu.

O caminhão pertence à frota da secretaria de desenvolvimento urbano da prefeitura e levava a carga em direção ao bairro Oficinas. “Realmente, precisamos reconhecer que a frota do município é antiga e precisa de uma reestruturação”, alerta o secretário de desenvolvimento urbano, Nilton de Campos.

Nilton luta pela aquisição de cinco novos caminhões caçambas e duas patrolas para o próximo ano. “Existe o planejamento para a compra desta nova frota. É preciso renovação”, reforça Nilton.
A Polícia Militar e a Guarda Municipal fizeram o controle do tráfego até a retirada da sucata da via.