Amanda Menger
Tubarão

Três tiros vitimaram Carlos Alberto de Oliveira, 33 anos, na madrugada de sábado, em Tubarão. O crime ocorreu na esquina das rua Sílvio Cargnin com Manoel Luzidério Alves, também conhecida como Beco da Valdete, no bairro Fábio Silva.
As circunstâncias que levaram ao crime são investigadas pela Polícia Civil, mas ainda são um mistério. Vizinhos ouviram os tiros e chamaram a Polícia Militar. Quando os PMs chegaram, Carlos Alberto já estava morto. Ninguém soube informar como os tiros começaram. O corpo foi recolhido para o Instituto Geral de Perícias (IGP) e liberado no sábado pela manhã, por volta das 10h30 min. O velório seguiu até a tarde, quando ocorreu o sepultamento. O homem tinha passagem pela polícia por envolvimento com tráfico e chegou a cumprir pena no Presídio Regional de Tubarão.

Outras mortes
Foi o terceiro homicídio registrado este ano na cidade. Marco Martins Paes, 32 anos, foi baleado por um caroneiro de uma moto. O crime ocorreu no dia 2 de março, na rua Paulo Luiz Gomes, no bairro Santo Antônio de Pádua. Marco estava na casa de uma tia e tinha recebido uma licença de uma semana da Penitenciária de São Pedro de Alcântara, onde cumpria pena por vários crimes, entre eles tráfico de drogas. O tiro atingiu o abdômen de Marco, que foi socorrido e ficou internado por uma semana no Hospital Nossa Senhora da Conceição, onde acabou falecendo.
O segundo caso ocorreu há 15 dias. Renato Elias Oliveira foi esfaqueado próximo a um bar, na rua Andrino Sales Borges, no bairro São Clemente (Andrino), após uma discussão. O acusado, o pai do rapaz, entregou-se dias depois à polícia e aguarda em liberdade.