Jaguaruna

O que seria um dia de lazer às margens da lagoa do Camacho, em Jaguaruna, transformou-se em uma tragédia para uma família de Tubarão. Wesley Luiz Ribeiro, 11 anos, morreu afogado na tarde de sábado. Ele tomava banho na lagoa em companhia do irmão de 8 anos. Com eles, estavam a irmã mais velha e seu marido.
Os dois perceberam que as crianças haviam desaparecido na água. Os familiares conseguiram encontrar a mais nova. Os guarda-vidas que atuam no balneário Camacho foram acionados, juntamente com a Polícia Militar e os mergulhadores do Corpo de Bombeiros de Tubarão, por volta das 16 horas. Somente uma hora depois, o corpo de Wesley Luiz foi encontrado.

Este foi o primeiro caso de afogamento com morte registrado pela operação verão 2008/2009. No ano passado, foram quatro casos. Dois ocorreram na praia do Mar Grosso, em Laguna, um na lagoa do Arroio Corrente, em Jaguaruna, e outro na Ferrugem, em Garopaba.
A recomendação dos bombeiros é que os banhistas dêem preferência por locais onde há guarda-vidas. No caso dos balneários de água doce, somente a lagoa do Arroio Corrente, em Jaguaruna, possui guarda-vidas.

Operação verão
Para esta temporada, 120 guarda-vidas civis e 20 militares atuam nas praias da região de abrangência do 8º Batalhão do Corpo de Bombeiros de Tubarão. “A operação veraneio começou sexta-feira e segue até março”, diz o comandante do 8º Batalhão, major Carlos Moisés da Silva.