Gravatal

Um taxista de 33 anos foi preso em flagrante por tráfico de drogas na noite de quinta-feira, em Gravatal. Ele fez uma corrida para quatro menores de Braço do Norte até Tubarão para eles comprarem crack. O acusado foi monitorado pela polícia desde que iniciou o trajeto.

Quando voltou para Braço do Norte, foi parado no posto da Polícia Militar Rodoviária (PMRv) de Gravatal. Durante a revista, a droga foi encontrada no chão, no momento em que um dos menores tentou dispensá-la. Todos foram conduzidos à delegacia de Braço do Norte.

Por saber a finalidade da corrida e transportar o entorpecente de forma consciente, o taxista foi indiciado por tráfico de drogas. Ele cobrou a quantia de R$ 60,00 pela corrida, em vez de R$ 40,00 (o normal).
Os adolescentes alegaram que resolveram ir até Tubarão porque não conseguiram comprar o entorpecente em Braço do Norte. Os policiais investigam há tempo as denúncias de que taxistas cobravam um “plus” para realizar essas corridas especiais. Outros são investigados.

A ação foi realizada pela equipe de investigação da Polícia Civil de Braço do Norte, coordenada pelo delegado Francisco Ribeiro. Em apoio, participaram o Serviço de Inteligência da Policia Militar de Braço do Norte e a Polícia Militar Rodoviária de Gravatal, coordenados pelo capitão Marcos.