O mercado de GNV também registrou recordes em 2021 em Santa Catarina - Foto: SCGás

As tarifas de Gás Natural serão reajustadas a partir da próxima terça-feira, dia 1º de fevereiro. O anúncio foi feito timidamente pela Companhia de Gás de Santa Catarina, a SCGás, na tarde desta sexta-feira (28).

O reajuste atende a duas resoluções da Agência de Regulação de Serviços Públicos de Santa Catarina (Aresc): a nº 186, de 3 de dezembro último, que dispõe sobre a atualização do cálculo da margem bruta de distribuição, e a nº 190, de 14 de dezembro de 2021, que autoriza o aumento da tarifa.

Os efeitos médios por segmento de mercado com a atualização será de +2,32% para o mercado industrial, +6,7% para comércios e +8,7% para os condomínios residenciais. No setor automotivo (GNV), considerando as tarifas praticadas aos postos, o efeito será de mais R$ 0,0687 por metro cúbico.

Com isso, a tarifa bruta passa a chegar aos postos ao preço de 3,5353 R$ por metro cúbico, incluindo as alíquotas de ICMS e de PIS/Cofins e sem considerar o impacto do ICMS-ST, que é a é a antecipação do ICMS que a empresa, a Margem de Valor Agregado (MVA) e o Preço Médio Ponderado ao Consumidor Final (PMPF).

A margem bruta de distribuição é o componente da tarifa que sustenta as atividades de expansão de rede, operação do sistema de distribuição e remuneração dos sócios da concessionária. Para este ano, esta parcela significa, segundo as premissas orçamentárias e a projeção da distribuidora, 9% da composição da tarifa média. O restante (91%) é a soma do custo de aquisição do gás (molécula e transporte) e os impostos.

 

 

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul