O segundo integrante de um grupo criminoso apontado como autor de vários crimes de estelionato na região, foi preso preventivamente nesta sexta-feira (7). A ação foi realizada pela Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da 2ª Delegacia de Polícia de Criciúma.

Segundo o delegado de polícia Ari José Soto Riva, as investigações apontam pelo menos 51 condutas criminosas praticadas pelo grupo, que causaram um prejuízo de mais de um milhão de reais. O inquérito segue para a Justiça e o grupo deverá responder pelos crimes de estelionato e associação criminosa.

Os presos se aproximavam de mulheres jovens, de pouco poder aquisitivo, utilizando-se das redes sociais e ofereciam valores de um seguro, convencendo-as a fazer compras no comércio e passar os objetos a eles. Dessa forma, tanto essas mulheres quanto as lojas ficavam no prejuízo.

Uma das vítimas foi convencida a financiar onze veículos no nome dela e de seus familiares e, em seguida, repassou esses veículos aos criminosos. Os carros foram vendidos a terceiros. O homem preso foi encaminhado ao Presídio Regional de Criciúma e segue à disposição da Justiça.

 

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

Fonte: PCSC