Já está preso o suspeito de estuprar uma menina, de 11 anos, na manhã desta quarta-feira, dia 11, no bairro São Sebastião. A vítima se deslocava para a escola quando foi abordada por um homem armado que levou a criança até uma área de mata e cometeu o crime. Após investigações da Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (DPCAMI), coordenadas pelo delegado Fernando Guzzi, a Polícia Civil chegou até o acusado, em uma casa no bairro Santa Augusta.

Conforme apontou a autoridade policial, o suspeito aparece em vídeos colhidos pela equipe de investigação. Ele também foi reconhecido pela vítima por meio de fotos. “Já recebemos algumas perícias do IGP (Instituto Geral de Perícias) e outras irão chegar. Ainda estamos colhendo os depoimentos para concluir o auto de prisão em flagrante. Não podemos confirmar, mas ele é o principal suspeito”, afirmou o delegado.

Na casa onde o homem foi encontrado os policiais também localizaram uma imitação de pistola, que teria sido utilizada para intimidar a vítima. “Com o suspeito nós também encontramos as roupas que ele utilizava nas imagens que vimos. Elas estavam escondidas e sujas de mato, conforme o local onde o crime teria acontecido”, complementou, Guzzi.

O homem seguirá detido temporariamente até a conclusão do inquérito policial. “Ao se confirmar a autoria, vamos solicitar a prisão preventiva dele”, destacou o delegado. O suspeito já é investigado por cometer outros crimes de estupro de vulnerável. Caso seja condenado, a pena mínima é de oito a 12 anos de reclusão. “Pode ser maior caso haja agravantes”, completou a autoridade policial.