O chefe do departamento municipal de esportes, o professor de educação física Felipe Schmidt (E) (no detalhe), já articulava ontem um pedido de um novo coletivo às autoridades políticas   -   Foto:Elvis Palma/Divulgação/Notisul
O chefe do departamento municipal de esportes, o professor de educação física Felipe Schmidt (E) (no detalhe), já articulava ontem um pedido de um novo coletivo às autoridades políticas - Foto:Elvis Palma/Divulgação/Notisul

Mirna Graciela
Laguna

Um inquérito foi aberto pela Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Laguna após dois veículos terem sido incendiados na madrugada de ontem. Um micro-ônibus e um Fiat Uno da prefeitura estavam no pátio da Guarda Municipal, na Travessa Castelo Branco, no Laguna Internacional, quando foram danificados. 

O local abriga veículos não mais utilizados (baixados) pelo órgão público, como é o caso do Fiat. Porém, o micro-ônibus era usado normalmente para o transporte de estudantes. 

Pouco mais da meia-noite, a Polícia Militar foi avisada por um homem de 39 anos que estava nas imediações. Conforme relatou à guarnição, ele viu dois suspeitos que saíram correndo do local em uma motocicleta.

A DIC situa-se nas proximidades do pátio em uma área de 700 mil metros quadrados. A estrutura física da delegacia abriga 22 câmeras de vigilância. As imagens são analisadas pela Polícia Civil.

Conforme o responsável pela DIC, delegado Rubem Thomé Filho, pela avaliação feita ontem à tarde, as imagens mostraram somente um homem no lugar. “Ele caminha, passa pelo local, e as labaredas levantam”, conta.

O suspeito, de 45 anos, foi interrogado pelo delegado. “Esta pessoa tem problemas mentais e um histórico de ocorrências de incêndio. Uma delas foi quando colocou fogo na casa da ex-mulher”, revela Rubem. O homem que chamou a polícia também será ouvido. 

A área está aos cuidados da Guarda Municipal, pois o local precisa ser conservado até a chegada da perícia, que vem de Florianópolis. O prefeito Everaldo dos Santos, em comunicado, pede que as autoridades tomem todas as providências cabíveis. 

Um desabafo
“Depois de muito esforço, conseguimos um ônibus para o departamento de esporte de Laguna para transportar os atletas de nossa cidade para competições, treinos, enfim. Nessa madrugada atearam fogo nesse veículo, o destruindo totalmente. Mas a luta continua, não vamos desistir de estimular o esporte em nossa comunidade. Fazemos tudo por amor ao esporte e à cidade, não vamos desistir do que amamos”. A postagem foi feita ontem pelo chefe do departamento municipal de esportes, o professor de educação física Felipe Schmidt, no Facebook. O educador já articulava ontem um pedido de um novo coletivo às autoridades políticas.