Maycon Vianna
Tubarão

Um caso inusitado chamou a atenção dos policiais militares por volta das 22 horas de domingo, em Tubarão. De acordo com o que uma testemunha que presenciou os fatos disse aos soldados da PM, uma mulher de 33 anos, que circulava pela ponte Manoel Alves dos Santos (do Morrotes), ofereceu-se para fazer programa com um homem. Segundo a PM, os dois foram manter relações sexuais embaixo da ponte. Ao terminar o programa, o homem não estava com o dinheiro para pagar o valor acertado. Foi então que a mulher acionou o seu companheiro, com idade aproximada de 50 anos.

Os dois começaram a discutir e o companheiro da mulher pegou um pedaço de madeira e agrediu na cabeça o homem que não havia pago o programa. Ele ainda levou vários chutes no rosto e na região do abdômen.
A Polícia Militar foi acionada para conter a violência. O Corpo de Bombeiros foi acionado para conduzir a vítima, em estado grave, para o Hospital Nossa Senhora de Conceição. Ele está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) com traumatismo craniano.

Já o agressor e a sua companheira, foram conduzidos por volta das 23 horas à Central de Polícia Civil de Tubarão. Em depoimento ao delegado de plantão, a mulher disse ter sido vítima de um estupro. O caso intrigou os policiais, que abriram investigação para apurar melhor os fatos. Após prestarem depoimento, ambos os envolvidos foram liberados.