Foto: Polícia Militar/Divulgação/Notisul.
Foto: Polícia Militar/Divulgação/Notisul.

Tubarão

Trezentos e nove policiais militares candidatos realizaram ontem a seleção ao Curso de Formação de Cabos. Os candidatos são referentes aos policiais lotados na 8ª e 6ª Regiões Policiais Militares (Tubarão e Criciúma). 

São soldados que contam com mais de cinco anos de efetivo serviço ou cabos que não possuem o Curso de Formação de Cabos (promovidos por tempo de serviço ou por ato de bravura). O exame é composto de algumas fases onde, antes da avaliação intelectual, os policiais devem estar aptos nos exames de saúde e físico, e ontem culminou na aplicação do exame intelectual. 

Outro requisito é a comprovação de curso superior, obrigatório desde de 2010 para o ingresso como soldado (qualquer área do conhecimento) ou curso de direito para ingresso no Curso de Formação de Oficiais, e a partir deste ano, também para as seleções internas aos Cursos de Formação de Cabos e de Sargentos.

Os aprovados realizam um curso na modalidade semi-presencial, ou seja, continuarão trabalhando em suas unidades, e somente então serão declarados cabos da Polícia Militar. O capitão Josias, coordenador local do exame, destaca a importância para a carreira das praças, posto que, somente após a conclusão do Curso de Cabos, poderão realizar a seleção para o Curso de Formação de Sargentos. Outro ponto positivo é a atualização, posto que as disciplinas cobradas no concurso são ligadas ao serviço policial militar, tais como Direitos Humanos, Legislação Institucional, Direito Penal, entre outras. Com isso, os policiais estão mais preparados para o serviço no dia a dia.