Uma operação conjunto entre as polícias Civil e Militar de São Ludgero terminou a prisão de um homem de 40 anos, acusado de tentar matar a ex-companheira a facadas. O crime ocorreu no dia 20 deste janeiro. O suspeito estava foragido desde a noite dos fatos e foi encontrado escondido em Criciúma.

A mulher, de 27 anos, já havia representando contra o ex-companheiro e solicitado à Justiça uma medida protetiva que o impedia de se aproximar dela. No dia do crime, ele se escondeu nas proximidades da casa da mulher e esperou que ela chegasse.

Ela entrou em casa e logo em seguida ele bateu na porta. Ela abriu e ele começou o ataque frenético com a faca. Aos berros, ela tentava defender a si e aos seus filhos, que testemunharam toda a cena. Assustadas, as crianças conseguiram deixar a casa e pediram por socorro para um dos vizinhos, que chamou a polícia.

O homem acertou mais de 20 facadas na mulher, várias em sua face. Ele achou que havia matado a mulher e fugiu do local. A Polícia Militar, Civil e o Samu foram acionados por meio da Central Regional de Emergências (CRE) e prestaram socorro à vítima.

Muito ferida, ela foi levada para o Hospital Santa Teresinha (HST), em Braço do Norte, onde permaneceu internada por cerca de três dias. Em paralelo, no dia seguinte ao ataque, a Polícia Civil instaurou o inquérito e representou pela prisão preventiva do homem. O Ministério Público e o Poder Judiciário de Braço do Norte analisaram o pedido e deferiram a solicitação no mesmo dia.

Desde então as polícias Civil e Militar iniciaram a busca por informações a fim de localizar e prender o autor do crime. Ele foi encontrado e detido no fim da noite da última sexta-feira (28), pela Polícia Militar de Criciúma.

 

 

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul