A partir de agora, além da fiscalização habitual de veículos, pessoas e estabelecimentos comerciais, os policiais também passarão a disseminar informações sobre a garantia dos direitos das crianças e dos adolescentes nas estradas federais catarinenses - Foto: Polícia Rodoviária Federal (PRF) | Divulgação

A capacitação de policiais rodoviários federais, militares e guardas municipais contra a exploração sexual de crianças e adolescentes nas rodovias federais, renderá frutos, entre eles ações educativas em todo o estado e também fiscalizações mais assertivas e ostensivas para coibir a prática do crime nas estradas catarinenses.

A palestra foi ministrada pela escritora e educadora Maura de Oliveira, reconhecida pela Organização das Nações Unidas (ONU) como autoridade na luta contra o abuso de meninos e meninas. Ela explicou aos agentes públicos como identificar os sinais que as crianças podem emitir durante a fiscalização de que são vítimas de crime sexual.

“Crianças não falam sobre a violência sexual porque o abuso deixa na vítima três sentimentos horríveis: medo, vergonha e culpa. Por isso, o policial precisa se esforçar para identificar os sinais de violência, seja ouvindo a criança, seja reconhecendo os sintomas”, pontuou a educadora.

Um acordo de cooperação técnica entre a PRF e o Instituto Anjos, fundado por Maura de Oliveira, foi assinado em dezembro de 2021, em Brasília. A parceria vai levar o projeto Anjos da Estrada para as cinco regiões do Brasil. Esta ação pretende ampliar o conhecimento sobre pedofilia.

Uma degustação do que será feito em todo o estado a partir de agora ocorreu na BR-101, em Biguaçu. Os motoristas fiscalizados pela PRF receberam cartilhas ilustradas, adesivos e passaram por breve dinâmica de conscientização – Foto: Polícia Rodoviária Federal (PRF) | Divulgação

Nas ações policiais, por exemplo, além da fiscalização habitual de veículos, pessoas e  estabelecimentos comerciais, serão oferecidas atividades para a sensibilização dos usuários da rodovia sobre garantia dos direitos das crianças e dos adolescentes. A imagem da PRF foi associada a brinquedos educativos e produtos pedagógicos que vão humanizar a figura do policial, aproximando ele do universo infantil.

Uma degustação do que será feito em todo o estado a partir de agora ocorreu na BR-101, em Biguaçu. Os motoristas fiscalizados pela PRF receberam cartilhas ilustradas, adesivos e passaram por breve dinâmica de conscientização. O mesmo é feito ao longo deste fim de semana na Avenida Beira Mar Norte, em Florianópolis.

Desde 2003, a PRF já resgatou cinco mil crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade nas rodovias federais do país. No âmbito da exploração sexual de meninos e meninas, a Polícia Rodoviária Federal tem identificados atualmente 3.651 pontos nas BRs que oferecem algum tipo de risco. Deste total, 470 são qualificados como críticos. Em Santa Catarina, são 244 pontos mapeados.

 

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul