#PraCegoVer Na foto, uma estrada bloqueada por um deslizamento de terra
Deslizamentos de terras bloquearam totalmente alguns pontos da SC-370, na Serra do Corvo Branco, entre Grão-Pará e Urubici. Em outros trechos o asfalto cedeu e a cabeceira de uma ponte caiu – Foto: Águia 4 | PMSC | Divulgação

Em comparação aos últimos dias, a situação das rodovias estaduais de Santa Catarina, depois das intensas chuvas, melhorou. Contudo, ainda existem diversos pontos totalmente interditados. É o caso da SC-370, que corta da Serra do Corvo Branco, entre Grão-Pará e Urubici, e a Rodovia Ivane Fretta Moreira, que liga a BR-101 a SC-370, via bairro São Martinho, em Tubarão. Em outros trechos, o tráfego é feito em meia pista, mas a liberação total das estradas dependerá de grandes obras. Neste contexto está a SC-108, entre Rio Fortuna e Santa Rosa de Lima, onde parte da pista foi levada pelas águas. Equipes da Secretaria de Estado da Infraestrutura (SIE) estão espalhadas pelas estradas catarinenses  desde a manhã da última quarta-feira (4) tentado desinterditar ou realizar manutenção paliativas para mínimas condições de tráfego e evitar que cidades fiquem isoladas, mas o solo encharcado e a grande quantidade de deslizamento de encostas de morros têm sido desafiador.

#PraCegoVer Na foto, uma estrada asfaltada coberta por um alagamento
O rompimento de um dique, nesta sexta-feira (6), inundou a Rodovia Ivane Fretta Moreira, em Tubarão. A passagem ainda está bloqueada pela alta lâmina de água neste sábado – Foto: Divulgação

A situação mais crítica é na SC-370, na Serra do Corvo Branco, em Grão-Pará. Em alguns trechos o asfalto rachou ao meio devido a erosão do solo. Em outros pontos, encostas de morros caíram em imensa quantidade. Imagens feitas pelo helicóptero Águia 4, da Polícia Militar, neste sábado (7), mostram alguns destes locais. Por terra, o acesso ainda não foi possível: parte pela instabilidade da região, parte por deslizamentos anteriores, ainda que em menor proporção, que interditam as pistas totalmente. Também na SC-370, uma das cabeceiras sobre o Rio do Bispo cedeu. “Este é o pior cenário apresentado na região no momento e não é algo simples de resolver. É um deslizamento bem forte, e também existem as condições de geologia do local, que tem facilidade para descompactar. Já iniciamos o levantamento, mas ainda não é possível dar um prazo de quando conseguiremos liberar este trecho da SC-370”, avisa o secretário de estado da infraestrutura, Thiago Vieira.

#PraCegoVer Na foto, uma estrada asfaltada danificada após o desbarrancamento da margem
Na SC-390, em Pedras Grandes, um barranco caiu e abriu um enorme buraco na lateral da pista – Foto: PMRv | Divulgação

Ele visitou Grão-Pará na última quinta-feira (5), onde garantiu recursos estaduais para a recuperação de cinco pontes que foram levadas pelas águas. Algo em torno de R$ 4 milhões deverá ser aportado. O valor ainda depende dos levantamentos dos prejuízos, algo que ainda é processado pela Prefeitura. Nas regiões Serrana e Sul também há outros trechos onde, neste sábado (7), o fluxo foi liberado em meia pista após os trabalhos emergenciais. É o caso da SC-390, no km 383, em Bom Jardim da Serra, da SC-110, na localidade de Vacas Gordas, entre Urubici e São Joaquim, da SC-370, do km 114 ao 116, em Grão-Pará, e da SC-108, no KM 308, emBraço do Norte. Na SC-390, que liga a BR-101 a Pedras Grandes, um barranco cedeu e criou um grande buraco na lateral da estrada. O trânsito flui em meia pista no local.

#PraCegoVer Na foto, uma estrada asfaltada danificada após a erosão da margem
Com a erosão, parte da pista no KM 290 da SC-108, entre Rio Fortuna e Santa Rosa de Lima, foi levada pela água. Uma enorme rachadura abriu bem no meio da estrada – Foto: Divulgação

Situação das estradas nas outras regiões:
Meio-Oeste
– SC-453, nos kms 62 e 64, entre Luzerna a Ibacaré – tráfego em meia pista.
– SC-135, no km 136+450, em Pinheiro Preto – interdição total por queda de barreira e árvores na pista.

Vale do Itajaí
– SC-350, no km 334 e 337, no Centro de Rio do Oeste – rodovia interditada.

Grande Florianópolis
– SC-108, do km 217 ao 252, entre Rancho Queimado a Anitápolis – Interdição total e parcial em alguns pontos.

Fonte: Secretaria de Estado de Infraestrutura, Defesa Civil Estadual e Polícia Militar Rodoviária
Edição: Zahyra Mattar | Notisul

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul