#Pracegover Foto: na imagem há o giroflex de uma viatura da PM
#Pracegover Foto: na imagem há o giroflex de uma viatura da PM

Um ocorrência envolvendo maus tratos a animais foi registrada neste sábado (20), em Tubarão. As guarnições da Polícia Militar receberam informações via Central Regional de Emergência, por volta das 16h30.

A informação dava conta de uma rinha de galos, com cerca de 60 pessoas no local. Os policiais deslocaram-se até a Rua Manoel Antônio Mateus, no bairro Sombrio. Ao chegar no local e olhar sobre a cerca, foi possível observar diversas pessoas correndo com galos debaixo dos braços.

Diante do flagrante os policiais entraram no sítio, no qual foi possível identificar um senhor tentando correr com um galo debaixo dos braços, porém foi abordado no local. Dentro do sítio, foram identificadas três redomas utilizadas para a rinha de galo.

Um senhor se identificou afirmando ser o responsável pelo evento e pela locação do sítio, contudo o proprietário do sítio, afirmou perante as câmeras que sabia da rinha e que havia
locado o sítio para tal evento, mas que não participou da rinha.

No carro do organizador do evento foi encontrada uma bolsa contendo diversos comprimidos e esporas artificiais, usadas para ferir e mutilar o galo oponente. Em um galpão separado, foram localizados diversos galos presos, muitos apresentavam escoriações, mutilações (sem penas, sem olho).

Outros estavam prontos para a rinha, quatro deles estavam com “roupas”, aparentemente preparados para serem colocados para brigar. Vale ressaltar que no local, há câmeras de segurança as quais monitoram a entrada e as imediações do sítio, o que provavelmente alertou os participantes sobre a chegada das guarnições.

A polícia militar ambiental foi acionada, e esteve no local. Os termos de apreensão e fiel depositário dos objetos e animais foram confeccionados e demais procedimentos administrativos foram efetuados no local.

 

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul