Durante as investigações os policiais encontraram a arma e o material usado para o tráfico   -  Foto:PC e Militar de Gravatal/Divulgação/Notisul
Durante as investigações os policiais encontraram a arma e o material usado para o tráfico - Foto:PC e Militar de Gravatal/Divulgação/Notisul

Armazém

Um homem de 26 anos foi condenado nesta quarta-feira a 15 anos de prisão. A decisão foi divulgada após 16 horas de julgamento realizado em júri popular, em Armazém.  

Thiago Querino Mendes foi condenado a 14 anos e 10 meses de reclusão, mais um ano de detenção, pelos crimes de homicídio qualificado e privilegiado, além de tráfico de drogas, associação para o tráfico e posse ilegal de arma de fogo. Após da divulgação da sentença ele foi encaminhado ao Presídio Regional Masculino de Tubarão.

Por volta das 10h10min da manhã do dia 11 de julho de 2014, policiais civis e militares de Gravatal foram acionados para atender uma tentativa de homicídio ocorrida às margens de SC-370, no bairro Tiradentes. A vítima era um homem de 25 anos. 

As primeiras informações sobre o crime, divulgadas pelos policias, é que três homens chegaram a um estabelecimento comercial para cobrar uma dívida de drogas. Um deles atirou na cabeça do proprietário e fugiram em direção a Capivari de Baixo, pelo interior do município da Cidade Hidromineral. 

O homem, mesmo alvejado, conseguiu chegar até a rua e foi socorrido por moradores que acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e posteriormente foi encaminhado ao Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Tubarão.

A investigação
Após algumas horas do crime uma viatura do Pelotão de Patrulhamento Tático (PPT), da Polícia Militar (PM) de Tubarão, cruzou com o Senic usado pelos criminosos. Durante acompanhamento ao veículo, um dos suspeitos saltou do carro e se embrenhou em um matagal. Pouco tempo depois ele foi localizado e detido. Os outros dois abandonaram o automóvel e embarcaram em outro carro não identificado.

Prisão
Thiago foi identificado, confessou a autoria nos disparos e informou às guarnições que as drogas e a arma estavam em um sítio, localizado entre Gravatal e Armazém. No local a polícia encontrou um revólver calibre 38, aproximadamente 2,7 quilos de cocaína, uma balança de precisão, materiais para embalar os entorpecentes e outros objetos usados no tráfico.