Diversas casas foram ‘visitadas’ no Beco do Quilinho na tarde desta sexta-feira.
Diversas casas foram ‘visitadas’ no Beco do Quilinho na tarde desta sexta-feira.

Mirna Graciela
Tubarão

A presença da polícia nas ruas de Tubarão foi intensa nesta sexta-feira. Dentro da estratégia de combate à forte criminalidade que assola a cidade e região, a meta, a partir de agora, através do serviço de inteligência da Polícia Militar, é descobrir informações dos esconderijos de armas e drogas para, juntamente com a Polícia Civil, e obter mandados de busca e apreensão para prender os criminosos.

As incursões em áreas de risco da cidade estão cada vez mais frequentes. “Uma vez por mês, teremos o apoio do Batalhão de Policiamento de Choque da capital, a exemplo do que ocorreu nesta sexta-feira”, garantiu o comandante do 5º Batalhão, tenente-coronel Ângelo Bertoncini. Em uma operação conjunta, 20 policiais participaram de várias ‘visitas’ em bairros da cidade. Doze são vieram de Florianópolis, com três viaturas, e oito dos Pelotões de Patrulhamento Tático de Imbituba e Tubarão.

As ações iniciaram à tarde, no Beco do Quilinho, no bairro Morrotes, onde foi cumprido um mandado de busca e apreensão em uma residência, mas nada foi encontrado, com o apoio da Central de Operações Policias (COP) de Tubarão. Depois, os policiais deslocaram-se até a Área Verde. Após várias abordagens, foram localizadas aproximadamente 15 munições intactas no meio do mato. Beco da Valdete, em Oficinas, e Morro do Bem Bom, no bairro São João (ME), também foram ‘revistados’ pelos policiais. Blitze ocorreram em diversos pontos da cidade e vários veículos foram apreendidos por documentação irregular. “A intenção é encontrar drogas e armas. Praticamente fechamos o quartel. Inclusive, colocamos a parte administrativa nas ruas”, relatou o comandante Bertoncini.

Abordagem em Laguna resulta em apreensão de droga e arma

Os trabalhos da polícia iniciaram nesta sexta-feira, às 5 horas, em Laguna, e estenderam-se durante a manhã. Com o Batalhão de Policiamento de Choque da capital, foram cumpridos 11 mandados de busca e apreensão. No entanto, as abordagens não se limitaram somente aos mandados. Em uma residência, no bairro Vila Vitória, a polícia encontrou 160 pedras de crack, uma arma calibre 38, 17 munições de calibre 22, uma balança de precisão, um notebook e uma máquina digital. Um jovem de 19 anos foi preso em flagrante e conduzido à Unidade Prisional Avançada.

No mesmo bairro, a polícia encontrou em uma casa dez pássaros silvestres. A Polícia Ambiental foi acionada e com o proprietário, um homem de 65 anos, a polícia apreendeu 3 gramas de cocaína. Ele responderá a um termo circunstanciado como usuário de drogas e foram aplicadas as devidas multas.