Garopaba
 
Uma das vigas do viaduto no trevo de acesso a Garopaba, danificada no acidente da última terça-feira, será reconstruída. Um reforço com cabo de aço foi feito para não ampliar os danos. No entanto, segundo informações do Dnit, não existe previsão para o início dos trabalhos.
 
A equipe de engenharia do Dnit está em fase de estudos para definir a forma que serão realizados os reparos, se por via emergencial ou licitação. Após essa decisão, os trabalhos serão colocados em prática. As pistas embaixo do viaduto estão liberadas, mas as da parte superior estão interditadas. Assim, o trânsito continua modificado e os motoristas que se dirigem ao sul pela BR-101 devem fazer o retorno pelo viaduto de Ibiraquera.  
 
A estrutura da viga foi atingida por uma escavadeira hidráulica transportada por um caminhão. O acidente provocou a morte da caroneira Débora Cristina Nazário, 24 anos. Ela era esposa do condutor, Flares Rogério de Souza, 26 anos, que saiu ileso.