O recém-nascido foi transportado pelo helicóptero de Imbituba para ao Hospital Materno Infantil de Santa Catarina, em Criciúma - Foto: Nei Manique/Engeplus/Notisul
O recém-nascido foi transportado pelo helicóptero de Imbituba para ao Hospital Materno Infantil de Santa Catarina, em Criciúma - Foto: Nei Manique/Engeplus/Notisul

Imbituba

Um recém-nascido foi reanimado por um equipe de socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ontem, em Imbituba, e transportado em seguida pelo helicóptero Águia 2 até Criciúma. Por volta das 13 horas, a criança chegou ao Hospital Materno Infantil de Santa Catarina.

“Foram de 24 a 25 minutos da Cidade Portuária até a Cidade Carbonífera. O deslocamento foi realizado conforme protocolo de atendimento na área de saúde, ao definir o deslocamento para uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mais próxima. Mesmo com o quadro já estável e a unidade neonatal de Tubarão sem vagas, seguimos para Criciúma”, informou o comandante da aeronave vinculada ao Batalhão de Aviação da Polícia Militar de Santa Catarina, major Wallace Carpes.

O veículo Águia 2 é um modelo Koala, de fabricação estadunidense, com capacidade para transporte de oito pessoas. Tem autonomia de voo acima de 60º quilômetros ou mais de três horas e velocidade superior a 200 quilômetros por hora. 

“Nossa aeronave é utilizada tanto em operações de busca, resgate e salvamento como em ações de segurança pública”, comemora o major.