Maycon Vianna
Tubarão

Uma golpista de Joinville está à solta na região. Quarta-feira passada, ela cometeu um furto em uma loja de roupas e acessórios de surfe de Capivari de Baixo. O prejuízo ao estabelecimento comercial ficou em torno de R$ 6 mil.

As centrais de Polícia Civil de Capivari de Baixo e Tubarão continuam à procura da criminosa. Ela também teria participado de um furto a uma joalheria no centro de Tubarão e, segundo uma testemunha, foi vista pela última vez na cidade em companhia de outra pessoa (possivelmente um cúmplice) em uma rua paralela à agência central do Banco do Brasil, em um Gol vermelho.

As imagens da mulher podem estar registradas no circuito interno do Banco do Brasil. “A investigação da Polícia Civil já solicitou as imagens ao gerente do banco. Queremos saber se encontramos a pessoa que está associada aos crimes. Ela aplica golpes no estado inteiro”, afirma o investigador Sidnei Cargnin, da Polícia Civil de Capivari de Baixo.

De acordo com o namorado da vendedora da loja em Capivari (Luana Prates Nascimento), uma mulher com características semelhantes poderia ter entrado no banco para sacar alguma quantia em dinheiro. “Não suspeitei que ela fosse uma ladra. Quando entrou na loja, foi pegando diversas mercadorias e inventou uma história ao dizer que conhecia o proprietário”, conta Luana.

A Polícia Civil do município detalha que a autora do furto é uma mulher de pele clara, cabelo loiro, estatura alta e que, devido ao desaparecimento após o roubo na loja de surfe, há possibilidade de que haja alguém na co-autoria do crime.
O último golpe constatado pela polícia de Capivari foi justamente o furto que ocorreu no dia 21.