#ParaTodosVerem Na foto, uma sala fechada com grades. Há uma mesa, uma cadeira, um armário e um banco. No chão há um traçado vermelho, do lado de fora da cela, para sinalizar que não é permitido ficar ou caminhar
A análise da rotina da Penitenciária Masculina de Tubarão faz parte de um projeto da Seop para padronizar as ações nas unidade penais de Santa Catarina - Foto: Seop | Divulgação

A Superintendência de Segurança e Operações (Seop) começou a desenvolver uma série de ações para fortalecer a estabilidade do sistema prisional. Além das operações Sistema Seguro, a Seop também está empenhada em analisar as rotinas e as atividades das unidades de detenção. A partir destas informações são definidas sinalizações para facilitar a realização dos procedimentos de rotina na unidade. Nos últimos dias esta análise foi feita na Penitenciária Masculina de Tubarão. Conforme o superintendente da Seop, Robson de Oliveira, este compartilhamento de informações tem o objetivo de auxiliar na implantação e padronização de procedimentos em observância às leis que regem o sistema penal nacional e os procedimentos operacionais de segurança nas unidades penais.

Fonte: Secretaria de Estado da Administração Prisional e Socioeducativa
Edição: Zahyra Mattar | Notisul

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul