O foragido estava escondido no bairro Imaruí, em Itajaí, e foi preso na tarde desta quinta-feira (3) por agentes do Comando de Operações Especializadas (COE) da PRF - Foto: Polícia Rodoviária Federal em Santa Catarina (PRF-SC)

A integração entre as forças policiais em Santa Catarina terminou com a prisão de um foragido da justiça. O criminoso, de 45 anos, foi indiciado e condenado a pena de 34 anos pelo assassinato de dois policiais rodoviários em 2001. Com a progressão do regime, ele cumpria a pena em liberdade condicional desde 2020 e utilizava uma tornozeleira eletrônica.

Ele violou as regras impostas pela Justiça e era considerado foragido desde o ano passado. Nesta quinta-feira (3), após troca de informações com a Polícia Penal de Santa Catarina, ele foi preso em Itajaí, no Norte do Estado. Oito agentes do Comando de Operações Especializadas (COE) da PRF atuaram na ação.

Ao perceber a movimentação dos policiais, o foragido tentou fugir. Ele pulou um muro, mas foi abordado em poucos segundos em um terreno baldio, no bairro do Imaruí, e imobilizado pelos policiais. O indivíduo, que também tem mandado de prisão preventiva ativo por outro crime, cometido no período em que cumpria a liberdade condicional, foi encaminhado ao Complexo Penitenciário do Vale do Itajaí.


Duas décadas –
Em 2001, dois policiais rodoviários federais foram assassinados durante fiscalização a um automóvel na BR-101, em Joinville. Após um mês de buscas e investigações por parte da PRF e diversos órgãos de segurança de Santa Catarina, dois criminosos foram presos e condenados a 34 e 41 anos em regime inicialmente fechado.

 

 

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul