Itajaí

Policiais rodoviários federais do NOE (Núcleo de Operações Especiais) aprenderam na madrugada desta sexta-feira (13), na BR-101 em Itajaí, 550 quilos de maconha e skunk. Um homem foi preso.

Os agentes desconfiaram de um Fiat/Doblo dos Correios circulando durante a madrugada e decidiram abordá-lo. O furgão era conduzido por um homem uniformizado e com o crachá da empresa de entregas.

Ao abrir o compartimento de carga, os agentes encontraram diversos fardos de maconha, totalizando 500 quilos e algumas caixas contendo skunk (droga derivada da maconha, mas muito mais potente), pesando 50 quilos. No interior do porta-luvas havia um rádio comunicador ligado provavelmente para trocar informações com outros criminosos.

O motorista, de 43 anos, disse que estava trazendo a droga desde Dourados/MS e que iria entregá-la, em Florianópolis. Ele confessou que é dono do furgão e que adesivou o Doblo como se fosse do serviço Sedex. Além disso, instalou placas falsas de um veículo dos correios registrado em Curitiba/PR, tudo para tentar despistar a polícia.

O homem já tem passagens policiais por receptação, uso de documento falso e formação de quadrilha. Ele foi levado à Delegacia de Polícia de Itajaí, onde vai responder por tráfico de drogas e adulteração de sinal de veículo automotor.