Após três anos no comando do 5º Batalhão de Polícia Militar de Tubarão, o tenente-coronel Ângelo Bertoncini (E) passou o cargo para o tenente-coronel Giovani Silveira Livramento.
Após três anos no comando do 5º Batalhão de Polícia Militar de Tubarão, o tenente-coronel Ângelo Bertoncini (E) passou o cargo para o tenente-coronel Giovani Silveira Livramento.

Mirna Graciela
Tubarão

Com 27 anos de carreira militar, o tenente-coronel Giovani Silveira do Livramento assumiu o comando do 5º Batalhão de Polícia Militar de Tubarão. A solenidade ocorreu na tarde de ontem, no quartel da corporação, no bairro São João-ME.
Ele substitui o tenente-coronel Ângelo Bertoncini, que esteve no cargo por três anos e assume a coordenação da Central Regional de Emergência (CRE). Livramento pretende dar continuidade ao plano de comando e às diretrizes operacionais da instituição.

No entanto, o seu foco terá uma atenção especial a duas palavras que pretende coloca em prática: parceria e prevenção. “Entendemos que a polícia não pode resolver sozinha os problemas de criminalidade. Então, é necessário ampliar as parcerias”, declara o comandante.
Conforme ele, o objetivo é buscar soluções antes que os problemas ocorram. “Isso se chama prevenção primária. A qualidade nos bairros é muito importante, pois diminui os índices de violência. Uma localidade abandonada, com problemas de limpeza, iluminação, ocupação desordenada, entre outras questões, estará mais sujeita à criminalidade”, esclarece Livramento.

Para isso, uma ligação mais direta com a administração pública em áreas como educação, saúde e saneamento evitará os problemas sociais. A parceria com a comunidade e a classe empresarial também caminha junto.
O combate ao tráfico de drogas, assim como a outros delitos, também é essencial. “Esta ação já é constante, estamos com frequentes incursões em áreas de risco. Daremos continuidade e ampliaremos a este trabalho”, planeja o comandante.

Novo comandante tem larga experiência

O novo comandante do 5º Batalhão de Polícia Militar de Tubarão, tenente-coronel Giovani Silveira do Livramento, possui 27 anos de serviços prestados. Na Cidade Azul, foi onde mais se dedicou aos trabalhos da Polícia Militar.
Ele atuou em várias funções, onde até então desempenhava a função de sub-comandante. No entanto, já foi comandante do Pelotão de Braço do Norte e da 1ª Companhia de Imbituba.
“Obviamente, este é o cargo de maior relevância em minha carreira de oficial porque são mais municípios sob nossa jurisdição”, orgulha-se Livramento.

Ampliação das câmeras será prioridade

Após três anos no comando do 5º Batalhão de Polícia Militar de Tubarão, o tenente-coronel Ângelo Bertoncini deixa o cargo com a sensação do dever cumprido. Segundo ele, vários projetos que idealizou foram concretizados.
A aquisição de novas viaturas, motocicletas e armamentos, e o aumento do efetivo são algumas. A continuidade de projetos de prevenção, como o Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd), a Escolinha de Trânsito, entre outros, foi fundamental.

“Uma das minhas batalhas também diz respeito às relações interpessoais no quartel, com melhorias na qualidade de vida dos profissionais para que exercessem suas funções com mais tranquilidade”, avalia o tenente-coronel. Agora, ele terá outro desafio pela frente: a coordenação da Central Regional de Emergência (CRE).

O setor é responsável pelo monitoramento das câmeras de segurança na cidade e o atendimento à população nas ocorrências. “Vou lutar principalmente pela ampliação das câmeras, não somente em Tubarão, mas em todas as cidades que compõem a 8ª Região de Polícia Militar de Tubarão”.