Os detentos utilizaram papéis e pasta de dente para tentar esconder o buraco aberto no forro de uma cela.
Os detentos utilizaram papéis e pasta de dente para tentar esconder o buraco aberto no forro de uma cela.

Carolina Carradore
Tubarão

Agentes prisionais do Presídio Regional de Tubarão frustraram a fuga de pelo menos cinco detentos que tentavam escapar pelo teto de uma cela. Os funcionários passaram a desconfiar na tarde de ontem, quando ouviram barulhos vindos da galeria principal do presídio.

Por volta das 19 horas, após o recolhimento dos detentos, após as visitas, os agentes resolveram verificar de onde vinha o barulho e encontraram um buraco de aproximadamente 25 centímetros no forro da cela 12 da galeria principal, ocupada por cinco presidiários, a maioria ligada ao crime de tráfico de drogas, segundo o diretor do presídio, Ricardo Welausen.

Os detentos cavaram o buraco com uma barra de ferro arrancada da porta. Papéis e pasta de dente foram utilizados para despistar o orifício no teto. A intenção era fugir pelo telhado durante a madrugada de hoje. A Polícia Militar foi acionada em seguida, para conter os presos caso ocorresse alguma resistência. Todos os detentos foram redistribuídos em outras celas, enquanto a cela 12 foi isolada.
O Presídio Regional de Tubarão conta atualmente com cerca de 240 presos. O local tem capacidade para 60 vagas.