Tubarão

Alguns familiares e amigos de detentos usaram de criatividade para tentar colocar droga dentro do Presídio Regional de Tubarão. Dois potes de 500 gramas de margarina foram apreendidos ontem, por volta das 11h30min, por duas agentes de portaria e pelo diretor da unidade prisional, Deiveison Querino Batista. Cerca de 90 gramas de maconha estavam escondidos em fundos falsos do produto.

Um adolescente de 17 anos foi apreendido por ter levado um dos potes. A outra margarina havia sido deixada minutos antes por outro familiar, que ainda não foi identificado pela polícia.

A droga seria destinada para dois reclusos que já foram identificados e serão questionados sobre o procedimento irregular dos familiares.
“Este menor que acabou detido informou que uma mulher entregou o pote recheado com maconha ainda fora do presídio e pediu para que ele deixasse com tal detento. Não teve êxito na sua missão. Já havia suspeitas de que tal procedimento era utilizado para entregar crack e maconha a presidiários. Intensificamos as revistas e conseguimos flagrar este material”, relata Deiveison.

O diretor reforça que as revistas pessoais e a alimentos, roupas e qualquer outro tipo de material destinado aos detentos segue dentro dos parâmetros e precisa ser rígida para que não atrapalhe no andamento das funções prisionais.
O menor chegou a ser encaminhado à delegacia, mas foi liberado ontem.