Rafael Andrade
Tubarão

O Colégio Estadual Henrique Fontes, no bairro Humaitá, em Tubarão, foi alvo de vândalos e ladrões fim de semana. Sábado, os criminosos invadiram a instituição e retornaram no domingo à tarde para concluir o ‘trabalho’.

No primeiro dia, eles pularam o muro do colégio e cortaram os fios dos sensores da vigilância eletrônica. Um vigia esteve no local, mas não percebeu nada de errado. “Pelas evidências, eles fugiram do colégio depois de cortar os fios dos sensores e do alarme. Voltaram no dia seguinte para fazer o ‘estrago’”, relata a diretora da escola, Fabiola Maria Prado Cechinel.

Domingo, sem muita preocupação, os bandidos retornaram e invadiram algumas salas, entre elas a da direção, a cozinha, a sala de educação física e almoxarifado. Segundo informações de Fabiola, mais de 80 bolas de tênis de mesa, de borracha, recém adquiridas, foram levadas. Bolas de basquete, vôlei e futsal também foram furtadas. Portas e janelas foram quebradas. “Os ladrões ainda desligaram o freezer e quase estragaram toda a comida refrigerada”, lamenta Fabiola.

Para fugir do local sem chamar a atenção, eles usaram um carrinho de mão, sacolas de lixo e papelão. “Saíram pelo portão da frente, como se nada tivesse ocorrido. Disfarçaram-se de catadores de material reciclável”, completa Fabiola.

Três alunos fotografaram a ação criminosa. Eles moram próximo ao colégio e resolveram registrar. Mesmo correndo risco, os três subiram em uma árvore, pelo lado de fora, e conseguiram visão suficiente para flagrar o crime.