Tubarão

Um antigo problema para a segurança pública parece estar com os dias contados. O gerente de fiscalização de jogos e diversões da Polícia Civil de Santa Catarina, Rodrigo Falk Bortolini, assinou uma portaria, cujo texto proíbe as lojas de conveniência instaladas em postos de combustíveis de venderem bebidas alcoólicas em determinados horários. Quem infringir a lei poderá ter o estabelecimento interditado ou até mesmo o alvará cassado.

A regulamentação foi assinada em comum acordo, esta semana, entre representantes do Sindicato dos Revendedores de Combustíveis do Estado e a Polícia Civil. O documento, que deve ser publicado em poucos dias no Diário Oficial do Estado, proíbe o consumo de bebidas alcoólicas nas áreas internas e externas das lojas de conveniências entre as 22 e 8 horas, de domingo a quinta-feira, e da meia-noite às 8 horas nas sextas-feiras, sábados e vésperas de feriado.

A venda, no entanto, está liberada. A fiscalização ficará sob a responsabilidade dos policiais civis do setor de jogos e diversões. A medida visa diminuir a criminalidade. Dados apontam que 64% dos crimes ocorrem nas ruas.
Em Tubarão, este é um problema antigo, mesmo nos estabelecimentos cujos proprietários tentam, de alguma forma, coibir o consumo de bebidas alcoólicas, especialmente entre adolescentes.