As pedras de crack estavam dentro de um caixa de sapato, em um dos quartos da casa. Já a grande parte das munições foram descobertas em um buraco no telhado do banheiro - Foto:Polícia Militar de Tubarão/Divulgação/Notisul
As pedras de crack estavam dentro de um caixa de sapato, em um dos quartos da casa. Já a grande parte das munições foram descobertas em um buraco no telhado do banheiro - Foto:Polícia Militar de Tubarão/Divulgação/Notisul

 

Tubarão
 
Empenhados em combater o tráfico de drogas no Beco do Quilinho, no bairro Morrotes, em Tubarão, os policiais militares realizam mais uma operação no lugar. Desta vez, a ação resultou na prisão de um jovem de 20 anos e na apreensão de drogas, munições e dinheiro.
 
Ao verem um homem, de 27 anos, que saía de uma casa, a guarnição o abordou. Em busca pessoal, foi encontrada uma pedra de crack. No mesmo instante, o jovem apareceu na porta da residência. Ele possuía 23 gramas de maconha. 
 
Uma busca no interior da casa foi feita. Embaixo do sofá, havia uma balança de precisão. Em um dos quartos foram encontradas 286 pedras de crack embaladas e etiquetadas com preço. O entorpecente estava dentro de uma caixa de sapato, onde também haviam R$ 507,50. 
 
No buraco de um tijolo de um dos cômodos, os policiais militares descobriram três munições avulsas de calibre 38. Cadernos com anotações, uma faca, e um aparelho de celular foram apreendidos. 
 
No telhado do banheiro, em outra abertura, mais 40 munições de calibre 38 e 16 munições de calibre 9 milímetros estavam escondidas. Os dois homens foram encaminhados à Central de Plantão Policial (CPP). O mais velho (usuário) foi liberado e responderá a um termo circunstanciado. Já o mais jovem, dono da casa, foi encaminhado ao Presídio Regional de Tubarão.