Forças policiais deflagraram a operação “Game Over” e efetuaram a prisão de uma quadrilha de assaltantes que atuava em Braço do Norte, Tubarão e Laguna. Na tarde desta segunda-feira (11), informações chegaram ao conhecimento das Polícias Militar e Civil que a quadrilha que já havia cometido vários roubos, em Braço do Norte, Tubarão e Laguna, estaria se preparando para uma nova ação criminosa.

De acordo com o delegado de polícia de Braço do Norte, Eder Juliano Correa Matte, os bandidos eram monitorados. “Os mesmos que tentaram roubar o mercado nesta segunda-feira, são os que agiram na Lotérica em Braço do Norte e na Loja de Celulares em Tubarão”, pontua.

As investigações tiveram início após o roubo à lotérica em Braço do Norte. Na sequência foram realizadas diligências e coletadas imagens afim de identificar o veículo envolvido no roubo. Após análise de imagens, foi identificada a participação no crime de um veículo Peugeot 206, de cor azul.

Por meio de investigação, a polícia constatou que o veículo Peugeot 206 estaria circulando em Capivari de Baixo. Assim, a PM passou a monitorar o veículo e após tomar conhecimento do roubo ocorrido em um mercado na Cidade Juliana, com a participação de um Peugeot, os policiais passaram a monitorar as entradas de acesso a cidade termelétrica.

As guarnições ao avistarem o veículo efetuaram abordagem, que após empreender fuga colidiram em uma motocicleta. No momento da operação policial, três criminosos foram presos em flagrante e um deles fugiu a pé. Ainda na sequência os policiais obtiveram a informação de que o último envolvido estaria escondido em uma quitinete no centro de Capivari de Baixo. Ele foi detido ainda na noite desta segunda.

No local duas mulheres foram abordadas e conduzidas para esclarecimentos. A operação contou com policiais militares de Tubarão, Laguna, Braço do Norte, Capivari de Baixo, Gravatal e com policiais da Delegacia de Polícia de Braço do Norte. Os criminosos foram conduzidos para Delegacia de Polícia em Tubarão para os procedimentos cabíveis.

As investigações continuam com a Polícia Civil de Braço do Norte. De acordo com o delegado, podem haver outros envolvidos no caso e mais roubos efetuados por eles. As mulheres que estavam na quitinete foram ouvidas e liberadas. Já os criminosos foram encaminhados para o Presídio Regional de Tubarão.