#Pracegover foto: na imagem há um jovem sorrindo e também uma área verde
#Pracegover foto: na imagem há um jovem sorrindo e também uma área verde

Pouco mais de dois meses depois de uma misteriosa e chocante sequência de crimes na Grande Florianópolis, a Polícia Civil de Palhoça concluiu nesta quarta-feira (15) o inquérito policial que investiga o duplo homicídio de um casal de adolescentes, apontados como principais suspeitos da morte do motorista de aplicativo Patrick Costa, em Florianópolis, em outubro deste ano.

A DIC (Diretora de Investigação Criminal) identificou cinco suspeitos pelo crime. Outros detalhes também foram esclarecidos. A Polícia Civil informou que quatro pessoas foram indiciadas, duas delas já foram presas durante as investigações.

Os outros dois, no entanto, estão foragidos. Além disso, a investigação apontou a participação de um quinto envolvido, menor de idade.

Dessa forma, os quatro suspeitos foram indiciados pelos crimes de duplo homicídio consumado e triplamente qualificado, cárcere privado, corrupção de menores e por compor organização criminosa. Visando responsabilizar o quinto suspeito, a polícia distribuiu a cópia dos autos para a Vara da Infância e Juventude da Comarca de Santo Amaro da Imperatriz.

Adolescente teve enterro ‘vazio’: o que se sabe sobre o casal

Os corpos do casal de adolescentes foram identificados e liberados do IML (Instituto Médico Legal) no dia 13 de outubro. Moradora do Sul da Ilha de Santa Catarina, a adolescente de 15 anos teve uma cerimônia com pouquíssimos amigos e familiares, mas com a presença de muitos curiosos, segundo relatos de testemunhas. Mesmo sem a confirmação pelos órgãos responsáveis, a repercussão do caso na região onde moravam os envolvidos – inclusive o motorista de aplicativo – foi grande.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

Fonte: NDMais