Gravatal

Na manhã desta sexta-feira (30), a Polícia Civil de Gravatal, com apoio da Vigilância Sanitária do Município, realizou a destruição de drogas apreendidas nos últimos dois anos.

As apreensões foram realizadas pelas polícias Civil, Militar e Militar Rodoviária. Foram incinerados entorpecentes relacionadas a 21 procedimentos policiais envolvendo Autos de Prisões em Flagrante, Inquéritos e Procedimentos de Apuração de Ato Infracional de Adolescentes.

Todas as drogas destruídas haviam sido periciadas e contavam com autorização judicial para o procedimento. “Agradecemos a Cerâmica Torquato, no bairro Lomba, em Gravatal, cuja empresa cedeu seu forno para a queima dos ilícitos”, destaca o escrivão de Polícia Civil, Walker Mendes Cardoso. “Também agradecemos o poder Judiciário da Comarca de Armazém (Secretaria, Assessoria, Distribuição, Cartório e demais setores) e ao Ministério Público, pela eficiência de sempre na tramitação dos processos”, complementa o profissional.

Os trabalhos foram executados pelos policiais civis da Delegacia de Gravatal, contando com o apoio da Vigilância do Município, e foram coordenados pelo delegado Gabriel Luiz Marcondes.

Drogas incineradas

• 3,35g de “Crack”;

• 95,59g de “Cocaína”;

• 867,93g de “Maconha”;

• 12 micropontos de “LSD”;

• 287 comprimidos de “Ecstasy”;

• 392 (trezentos e noventa e dois) comprimidos de “Medicamentos proibidos”;