Capivari de Baixo/Florianópolis

A Polícia Civil de Santa Catarina alerta para um golpe de clonagem do aplicativo WhatsApp, que tem sido praticado no Estado e em todo o país. Somente nestes primeiros 29 dias do ano mais de 150 casos do golpe de clonagem foram registados em solo catarinense.

Recentemente um morador de Capivari de Baixo, que não quer se identificar foi vítima do golpe. “Os golpistas enviaram mensagens para alguns amigos pedindo para depositar ou transferir uma certa quantia para a sua conta, para pagar uma dívida. O problema é que não fiz isso. Felizmente um amigo me ligou e falou do ocorrido”, contou o homem.

Golpes que envolvem a clonagem de números de celulares e, principalmente, de WhatsApp apareceram há alguns meses e vêm se intensificando. Em alguns deles conseguem clonar o número e o WhatsApp, em outros, apenas o aplicativo. Geralmente os golpistas verificam quem são as pessoas mais próximas e íntimas das vítimas para terem mais chances de o plano dar certo.

A Polícia Civil recomenda o que deve ser feito. ” Recomendamos que quando você recebe uma mensagem com conteúdo que não é o tradicionalmente conversado com aquela pessoa, que se desconfie. Faça uma ligação por telefone, não pelo aplicativo para essa pessoa e confirme se se foi ela que verdadeiramente quem fez o pedido”, explicou o diretor de Inteligência da instituição, Alfeu Orben.

A orientação é para quem cair no golpe procurar uma delegacia de polícia para registrar um boletim de ocorrência. Dessa forma, poderá evitar maiores problemas. Entre as recomendações está nunca compartilhar os códigos de validação e segurança que chegam em seu celular, além de verificar a origem de um link e se o mesmo é confiável antes de clicar.