Tubarão

A Polícia Militar lança hoje o projeto-piloto copcast de câmeras pessoais para policiais militares de Tubarão. O ato ocorre às 13h no Salão Nobre da Unisul. Trata-se de uma tecnologia de ponta, em que o policial porta uma câmera presa ao seu colete, sendo capaz de registrar as intervenções policiais.

O sistema promete ser capaz de baixar as imagens num banco de dados, permitindo fazer a busca por meio de um software próprio.

O projeto da Polícia Militar de Santa Catarina faz parte de um convênio celebrado entre a corporação e universidades nacionais e internacionais, além de institutos de pesquisa.

Pretende-se estudar o quanto o cidadão se tornará mais cooperativo ao saber que está sendo filmado, e por consequência, diminuindo a necessidade do uso da força policial nas intervenções.

Tubarão foi escolhida para ser o piloto do projeto e aperfeiçoar o modelo, para ele depois ser expandido para o restante do Estado. Os comandos da 8° Região de Polícia Militar e do 5° Batalhão da PM afirmam estar comprometidos em testar e aperfeiçoar o projeto.