Zahyra Mattar
Tubarão

Uma denúncia feita ao Centro de Operações da Polícia Militar (Copom) de Tubarão, na tarde de ontem, terminou na apreensão de três pés de Cannabis sativa, erva conhecida popularmente como maconha. Uma guarnição foi deslocada para a rua Tenente João Luiz Maus, no bairro Andrino. Os policiais chamaram o proprietário da casa, que permitiu a vistoria.

Os policiais encontraram as plantas na lateral da residência. Um dos pés tinha mais de dois metros e meio de altura. O outro chegou a quase dois metros. O terceiro ainda estava em fase de crescimento, com pouco mais de 50 centímetros de altura. Estima-se que seria possível obter até dois quilos de maconha das plantas.

A droga foi “colhida” pelos policiais e o “agricultor”, um rapaz de 27 anos, detido. Ele chegou a confessar para os policiais que é usuário da droga e plantou as sementes da droga para “ver se cresceriam de verdade”.

Ele poderá ser autuado no artigo 2º da lei 11.343, de 26 de agosto de 2006: “Ficam proibidas, em todo o território nacional, as drogas, bem como o plantio, a cultura, a colheita e a exploração de vegetais e substratos dos quais possam ser extraídas ou produzidas drogas(…)”.