Após investigações da Delegacia de Grão-Pará, onde uma criança de 10 anos foi induzida por um pedófilo a enviar imagens nuas através de aplicativos de conversas e redes sociais, a Polícia Civil identificou o suspeito e de posse de uma mandado de busca e apreensão foi atrás deste no Planalto catarinense.

Com auxílio dos policiais civis de Braço do Norte, Rio Fortuna, da DIC de Lages e os peritos do IGP de Lages foram realizadas buscas na casa do suspeito, tendo sido encontrado vasto material pornográfico infantil.

Diante dos fatos foi dada voz de prisão ao homem e encaminhado à Central de Polícia Civil de Lages, onde fora lavrado um auto de prisão em flagrante, conforme art. 241-C parágrafo único por armazenar imagens e vídeos pornográficos com conteúdo infantil.