Laguna

Um pedestre de 25 anos foi mais uma vítima da criminalidade que impera entre duas facções em Laguna: Primeiro Comando da Capital (PCC), com origem em São Paulo e ramificações em praticamente todos os estados do país, e Primeiro Grupo Catarinense (PGC), de Florianópolis, com extensão nas maiores cidades de Santa Catarina. A Cidade Juliana, 31ª mais populosa, está, na região, bem à frente dos índices no quesito crimes graves. Até a noite desta terça-feira, por exemplo, 14 pessoas foram assassinadas no município e, com o caso contra este pedestre, subiu para 15 o número de homicídios tentados.

O olho direito do jovem foi atingido e a bala ficou alojada no crânio. O crime ocorreu por volta das 21h30min desta segunda-feira, no bairro Vila Vitória. O Corpo de Bombeiros foi acionado pela namorada do jovem, que o acompanhava na caminhada pela localidade, onde há incidência de pontos de tráfico de drogas. Assim que os socorristas chegaram, o rapaz ainda estava consciente. Ele foi encaminhado ao Hospital Senhor Bom Jesus dos Passos, no Centro Histórico de Laguna. Durante a madrugada desta terça, devido à gravidade do ferimento, precisou ser transferido ao Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC), em Tubarão. Segundo informações do delegado José Davi Machado, que responde interinamente pela Divisão de Investigação Criminal (DIC) na Terra de Anita, e está à frente do caso, informações repassadas por profissionais do hospital na noite de terça, o estado de saúde da vítima era delicado, mas não corria risco de morrer.

Ele foi alvejado na rua Ana Clara. Não soube relatar a autoria do crime. Nenhum suspeito foi preso, ainda. A Polícia Civil pode trabalhar com algumas linhas de investigação, como um possível acerto de contas, em retaliação a suspeita de algum delito, ou até mesmo uma tentativa de roubo.

Joinville continua liderando os casos de crime contra a vida em Santa Catarina. Com uma população estimada de 569.645 (IBGE-2016), a maior cidade do Estado soma 81 homicídios somente neste ano. Nesta terça-feira à tarde, duas mulheres foram mortas a tiros na mesma ocorrência.

Marido tenta matar a esposa após discussão
Uma mulher de 23 anos foi vítima de uma tentativa de homicídio praticada pelo próprio marido, 51, na residência do casal na rua Armando Machado, região central de Jaguaruna, por volta das 2h30min desta terça-feira. Uma vizinha que acionou a Polícia Militar e relatou que a jovem tinha sido agredida pelo companheiro.
A vítima teve o pescoço cortado e estava bastante ensanguentada. Os Bombeiros Voluntários atenderam a ocorrência e encaminharam a mulher ao Hospital de Caridade de Jaguaruna. O Conselho Tutelar precisou ser acionado, pois três crianças estavam na casa, de 1, 3 e 11 anos. Eles podem ter presenciado o crime. Todos foram levados a um abrigo por algumas horas até que mãe saísse do hospital, onde precisou de pontos em seu ferimento. Ela não corre risco de morrer. A Polícia Civil atua no caso.

Vítima está internada em hospital de Tubarão
O jovem de 25 anos alvejado por um tiro na cabeça na noite desta segunda-feira, em Laguna, precisou ser transferido para o Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC), em Tubarão. Uma série de exames foi feita e a bala está alojada no crânio. Ele deve passar por cirurgia.

15
Este é o número de tentativas de homicídios somente neste ano em Laguna. A resolutividade dos casos chega à casa dos 80%, segundo dados da Polícia Civil na cidade.