Tubarão

Enquanto a prefeitura projeta a colocação de 72 lixeiras, em vários pontos da cidade vândalos colocaram fogo em duas lixeiras públicas, instaladas pela prefeitura no bairro Fábio Silva, há um mês, nas proximidades da ponte Manoel Alves dos Santos (ponte do Morrotes). O crime ocorreu durante a madrugada desta sexta-feira.

Segundo testemunhas, restos de um guarda-roupas foram jogados junto às lixeiras. Durante a noite, alguém ateou fogo na madeira, atingindo também os contentores.
E o vandalismo não é o único problema no local. Apesar do serviço de coleta de lixo ser realizado todas as noites nas ruas próximas e reforçado durante o dia, três vezes por semana, uma imensa quantidade de sujeira podia ser vista jogada no chão, ao redor das lixeiras.

“Não basta a prefeitura instalar coletores de lixo se a população também não faz a sua parte. Infelizmente, muita gente ainda contribui com a sujeira na cidade, jogando o seu lixo indiscriminadamente na rua”, lamenta o secretário de serviços públicos da prefeitura, Fabiano Bittencourt.
Ainda nesta sexta-feira pela manhã, equipes das empresas Retrans e Ceia tiveram muito trabalho para recolher o lixo espalhado no local.