O Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC) iniciou o retorno para o Estado nesta segunda-feira (19) pela manhã, com previsão de chegada nesta terça-feira (20), à noite. Após 14 dias de combate aos incêndios florestais (com o tempo de viagem alguns já estão longe há 18 dias).

Foram dias e noites de estratégias, técnicas, monitoramentos e combates. A atuação das equipes de Santa Catarina foi realizada em diversas regiões do Pantanal, preservando a vida, a natureza e as edificações que estavam em risco.

Nesse momento não será enviada nenhuma outra equipe do CBMSC, devido o número de incêndios florestais terem reduzido, assim o atendimento será mantido com o efetivo local do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso do Sul (CBMMS). Ainda a despedida dos bombeiros militares ocorreu com chuva para trazer mais tranquilidade e sentimento de dever cumprido.

O combate aos incêndios florestais é uma atividade de alto risco, exigindo cursos específicos, pois existem muitas variáveis. A topografia, a temperatura, umidade relativa do ar, a precipitação e os ventos podem mudar rapidamente todo o cenário da ocorrência. A simples mudança de direção do vento e velocidade pode alterar todo o planejamento, bem como deixar os combatentes encurralados. No ano de 2013, no Arizona-EUA, 19 bombeiros perderam a vida no combate aos incêndios florestais, sendo retratada a história no filme “Homens de coragem”.