Um menino de 11 anos morreu após ser atingido por um tiro disparado pelo pai, de 41 anos, dentro de casa, na sexta-feira (27). A fatalidade ocorreu em Formosa, no Entorno do Distrito Federal. Desesperado, o homem escreveu uma carta com pedido de perdão e depois atirou no próprio rosto.

A Polícia Militar (PM) encontrou o pai consciente e o levou a um hospital. “O pai, a princípio, não corre risco de morte. Mas os policiais encontraram uma cena muito triste: o pai com um tiro no rosto segurando o filho no colo. Ele estava desesperado e correu pela casa com o menino”, explicou o delegado Danilo Meneses.

A Polícia Civil investiga o caso como tiro acidental. O delegado contou que policiais militares chegaram na residência, no Setor Formosinha, e logo ouviram o barulho de um segundo tiro. Foi o disparo que o pai fez no rosto após atirar no filho.

 

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

Fonte: Litoral Sul