Encerrado neste domingo (4) o serviço de salvamento aquático do 4º batalhão de Bombeiros Militarem em Balneário Rincão, Balneário Arroio do Silva, Morro dos Conventos, Balneário Gaivota e Passo de Torres. Foram cinco meses de atendimento nas praias do Extremo Sul de Santa Catarina.

Esta foi a sétima temporada sem mortes nos 48 quilômetros de áreas guarnecidas, ou seja, 200 metros para ambos os lados de cada posto. Os guarda-vidas militares e civis estiveram nas praias desde outubro e foram realizadas mais de 450 mil prevenções à afogamentos, refletindo o comprometimento dos guarda-vidas com a população, indicando o local mais seguro para o banho.

Neste mesmo período, foram mais de 200 pessoas envolvidas para garantia de segurança dos turistas. O coordenador da Operação Veraneio no 4º BBM, major BM Henrique Piovezam da Silveira, diz que apesar de ser uma temporada atípica, foi mais um ano finalizado acima da expectativa. “Seguindo todas as normas sanitárias, foi preciso readequar nosso atendimento, mas conseguimos manter a segurança de todos que procuraram nossa região”, ressalta.

Neste ano ainda houve uma queda nos atendimentos por conta de queimaduras causadas por águas-vivas. Na temporada de 2020/2021, ocorreram 3.034 casos enquanto no mesmo período de 2019/2020 foram 25.314 ocorrências desta natureza. A Operação Veraneio teve seu término estendido para o fim de semana de páscoa, por conta da condição climática favorável para o banho de mar.

A partir desta segunda-feira (5) todos os postos estão desativados e os guarda-vidas retornam às praias em outubro. De acordo o comandante do 4º BBM, major BM Luiz Felipe Lemos, o sucesso da operação deve ser compartilhado com a população. “Agradecemos aos cidadãos que estiveram em nossas praias e respeitaram as orientações dos guarda-vidas”, enfatiza.

Em relação aos arrastamentos e recuperação de afogados, neste ano foram 84 ocorrências, contra 62 na última temporada. Os chamados envolvendo crianças perdidas também tiveram expressiva redução, neste ano os guarda-vidas foram acionados 20 vezes, enquanto em 2019, foram 36 ocorrências desta natureza.

Para Lemos foi mais um ano de números expressivos de prevenções. “Isto reflete o comprometimento dos nossos profissionais mesmo neste momento de pandemia. O planejamento da próxima operação já iniciou”, finaliza.

 

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul