O cumprimento de seis ordens judiciais, de busca e apreensão domiciliar, e cinco de prisão, expedidas pelo Juízo da Comarca de Braço do Norte, foram cumpridas nesta quinta-feira (9). A ação é resultado da “Operação Raízes”, deflagrada pelas polícias Civil e Militar de Braço do Norte.

O crime que ocasionou a operação, teria ocorrido em uma empresa de Braço do Norte em 8 de outubro, quando dois homens com arma de fogo teriam rendido funcionários de uma empresa e subtraído cerca de R$ 25.000,00.

Os trabalhos investigativos identificaram o grupo criminoso que praticou tal conduta. Cinco integrantes foram identificados, destes, dois com idades de 19 e 32 anos, foram presos nesta manhã. Os outros três encontram-se foragidos.

Um Inquérito Policial encontra-se em andamento na Delegacia de Polícia e outras diligências serão efetuadas a fim de esclarecer a participação de outros indivíduos. Os trabalhos são coordenados pelo Delegado de Polícia Eder Matte.

A operação contou com o apoio Serviço Aeropolicial de Criciúma (SAER), policiais das delegacias de Santa Rosa de Lima, Gravatal, Armazém, Grão-Pará e São Ludgero, policiais militares do Pelotõa de Patrulhamento Tático (PPT) de Braço do Norte, Canil de Braço do Norte e Agência de Inteligência de Gravatal.

 

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul