A Polícia Civil, por meio de uma força-tarefa composta pelas Delegacias de Polícia das Comarcas de Tubarão, de Santo Amaro da Imperatriz, de Biguaçu e de Rio do Sul, deflagrou a “Operação Limpa Loja” e deu cumprimento a quatro mandados de prisão preventiva e 16 mandados de busca e apreensão domiciliar em desfavor de integrantes de associação criminosa, na manhã desta terça-feira (14), na Grande Florianópolis. As ordens judiciais foram cumpridas simultaneamente na Capital, em Palhoça, em São José, bem como no sistema prisional.

A apuração criminal, realizada em conjunto pelos Setores de Investigação das referidas delegacias, teve início após uma série de furtos em lojas de roupas em diversas cidades do Litoral ao Vale Catarinense. Os criminosos são investigados pela subtração de todas as roupas expostas à venda em lojas de Tubarão, Santo Amaro da Imperatriz, Rio do Sul, Agronômica, Biguaçu e Antônio Carlos. O prejuízo dos lojistas variou de R$40.000,00 a R$120.000,00.

A investigação contou com o auxílio da Polícia Rodoviária Federal (NOE e GPT), Guarnição Especial de Santo Amaro – GESA da Polícia Militar, Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais – CORE, DIC de Palhoça, DIC de São José, DIC de Rio do Sul, DPCO de Palhoça, DPCAMI de Palhoça e DPCO de São José.

Após as diligências, os presos foram interrogados e encaminhados ao sistema prisional.