Rafael Andrade
Tubarão

Mais de 30 policiais civis e militares de Tubarão trabalharam na terceira etapa da Operação Integrada, deflagrada ontem em todo o estado. Dos 16 mandados de prisão expedidos para a Cidade Azul, 11 foram cumpridos. Nove homens e duas mulheres foram presos na cidade, que apresentou um dos resultados mais expressivos desta operação.

“Foi uma continuidade dos mandados que ainda estavam em aberto. Este tipo de trabalho dá a sensação de segurança ao cidadão. Tubarão apresenta altos índices de criminalidade. Outras operações são planejadas e serão colocadas em prática em breve”, avisa um dos delegados da Central de Operações Policiais (COP) de Tubarão, Bruno Ricardo Vaz Marinho, um dos comandantes da operação na cidade.

Além de Bruno, os delegados Marcos Ghizoni – da COP – e Carlos Diego Araújo – da Central de Polícia – e o capitão Rogério Bartolamei, do 5º Batalhão da Polícia Militar, coordenaram os trabalhos.

A maioria das pessoas detidas na cidade é acusada de assaltos, e também há presos acusados de crimes de trânsito, desacato à autoridade e estelionato.
Ainda durante a operação, um homem foi detido em Braço do Norte (tráfico de drogas) e outro em Capivari de Baixo (foragido da justiça).

“Através deste tipo de ação, garantimos à população o aumento da sensação de segurança e mostramos a mobilidade e a ostensividade dos efetivos policiais”, ressalta André Luis Mendes da Silveira, secretário estadual de segurança pública.
As operações integradas tiveram início em julho e 505 pessoas já foram presas em todo o estado.