Florianópolis

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) encerrou à meia-noite de segunda-feira a Operação Finados. Durante os quatro dias da operação especial, a PRF registrou 266 acidentes, 169 feridos e seis mortes em Santa Catarina.
Em comparação à Operação Nossa Senhora Aparecida, com duração também de quatro dias, houve um acréscimo de 3,5% no número de acidentes e de 5,6% no de feridos, enquanto o número de mortos permaneceu estável.

As colisões frontais foram os acidentes com maior gravidade, responsáveis por cinco mortes. Em uma ocorrência desse tipo, três pessoas perderam as vidas na BR-153, em Irani, no meio-oeste, na noite de sexta-feira.
Na BR-101, não houve registros de acidentes fatais. A PRF apreendeu dez motoristas embriagados e mais oito por outras infrações de trânsito.

Em todo o estado, foram aplicadas 1.795 multas e, ainda, 84 veículos e 43 habilitações foram apreendidos. Três mil veículos foram alvo da fiscalização da PRF.
O fluxo de veículos nas rodovias federais de Santa Catarina teve aumento significativo, principalmente a partir da tarde de segunda-feira, na volta para casa.

Em alguns trechos, como o de Laguna a Garopaba, na BR-101, o movimento ainda seguia intenso ontem.
No ano passado, como não houve feriado prolongado no dia 2 de novembro, a PRF não realizou a Operação Finados.

Nas rodovias estaduais…

A Polícia Militar Rodoviária registrou uma morte nas rodovias estaduais de Santa Catarina, 124 acidentes e 88 feridos. Foram 256 veículos envolvidos em acidentes. A Operação Finados da PMRv iniciou sexta-feira, às 18 horas, e encerrou à meia-noite de segunda-feira.
A polícia montou 349 barreiras e abordou 6.054 veículos. Duzentos e quarenta e nove veículos foram advertidos e 1.409 autuados. Ao fim da operação, 51 veículos foram retidos e seis pessoas foram conduzidas a delegacias.