Maycon Vianna
Tubarão

Uma intensa operação, intitulada ‘Santa Catarina Mais Segura’, realizada pela Polícia Militar de Tubarão da última sexta-feira à noite até a madrugada de ontem, terminou com a prisão de dois traficantes e a apreensão de 48 pedras de crack. A fiscalização ocorreu em seis estabelecimentos – dois foram interditados, com o alvará vencido. Cerca de 50 gramas de maconha também foram apreendidas. Ao todo, 123 pessoas foram abordadas. Quatro jovens foram encaminhados à Central de Polícia Civil, onde foram feitos termos circunstanciados.

Na sexta-feira, primeiro dia de operação, os policiais no Pelotão de Patrulhamento Tático (PPT) da Polícia Militar de Tubarão abordaram um Gol com placas de Lauro Müller em atitude suspeita na Estrada Geral de Congonhas. Os dois ocupantes, um homem de 32 e outro de 25 anos, estavam com 50 gramas de maconha e R$ 638,00 em dinheiro.

“Intensificamos o trabalho de buscas desde que aumentou o número de homicídios em Tubarão. Já conseguimos prender armas e munições e, com esta operação especial do fim de semana, drogas foram apreendidas”, destaca o capitão da Polícia Militar de Tubarão, Reinaldo Pires.
Por volta das 23 horas, ainda de sexta-feira, em um dos bares visitados, na avenida Marechal Deodoro, foram encontradas 31 pedras de crack e R$ 65,00 em poder de uma mulher, 23 anos. A jovem recebeu voz de prisão dos policiais.

No sábado, por volta das 2 horas, os policiais foram até o Beco do Quilinho, na rua Almir Santos Miranda, e perceberam um homem negociando drogas com outros jovens. Um jovem de 25 anos, que já tinha mandado de prisão, foi flagrado com 17 pedras de crack e mais R$ 112,00.