A operação “Cartel do Silício” de combate à corrupção na região Sul do Estado, foi desencadeada pela Polícia Civil de Santa Catarina nesta terça feira (22). A ação é da 2ª Delegacia Especializada no Combate à Corrupção (DECOR/PCSC), de Tubarão.

Em investigação decorrente da operação “Vale do Silício”, a 2ª DECOR/PCSC desvelou esquema com a participação de várias empresas do ramo de informática envolvidas em práticas conhecidas como “cartelização” e “divisão de mercado” nas licitações de diversos municípios da região.

O grupo, de ao menos seis empresários utilizando-se de cerca de dez pessoas jurídicas, agia loteando os certames do setor de informática dos municípios, ajustando previamente os valores a serem praticados e os lotes correspondentes a cada licitante, cooptando outros empresários, dividindo os lucros em acertos escusos, frustrando a concorrência e causando prejuízos aos erários municipais.

Diante da apuração realizada pela Polícia Civil, o Poder Judiciário de Jaguaruna, com parecer favorável da 2ª Promotoria de Justiça da Comarca, expediu sete mandados de busca e apreensão, além de outras medidas cautelares em desfavor dos investigados. Foram apreendidos aparelhos de telefonia celular que serão analisados para obtenção de novas provas.

Os mandados tinham como alvos endereços situados nas cidades de Sangão, Içara, Turvo, Sombrio, Criciúma e Curitiba/PR. Os empresários envolvidos poderão ser indiciados por delitos de fraudes em licitações e formação de organização criminosa. Auxiliaram na operação policiais civis da DTCA/PCSC de Tubarão, Delegacias de Polícia das Comarcas de Içara, Turvo e Sombrio.

 

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

Fonte: PCSC