#PraCegoVer Na foto, quatro militares do exército fazem fiscalização em loja que vende armas e munições
A Operação Elmo I tem como objetivo coibir o uso de documentos falsos na compra de armas e munições - Foto: 1º Sargento Wagner Pires | CMS | Divulgação

Os serviços de fiscalização de produtos controlados da 3ª e da 5ª Regiões Militar iniciaram nesta terça-feira (22) a Operação Elmo I em toda a região Sul do País. O objetivo é coibir o uso de documentos falsos na compra de armas e munições, orientando lojistas a realizarem a correta verificação de autenticidade de documentos, além de reprimir irregularidades relativas ao depósito, guarda, segurança e ao emprego de produtos controlados e armazenados por empresas certificadas pelo Exército, conforme legislação vigente. 

No Rio Grande do Sul, a ação está sendo conduzida pela 3ª Região Militar em 104 municípios do Estado. São 60 equipes de fiscalização, em um total de 180 militares do Exército Brasileiro, atuando em 200 lojas de armas e munições. No Paraná e em Santa Catarina, a 5ª Região Militar conduz a força-tarefa em 86 cidades (48 do PR e 38 de SC). São 54 equipes em campo, em um total de 162 militares atuando em 282 estabelecimentos comerciais. A Operação Elmo I faz parte do Plano Regional de Fiscalização 2022 do Exército.

Fonte: Comando Militar do Sul
Edição: Zahyra Mattar | Notisul

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul